Recife Bom de Bola

  • Notícias

Com chuva de gols e disputas acirradas, Recife Bom de Bola encerrou sua 1ª fase no último sábado (30)

03.10.2017

Jovens inscritos nos times dentro das categorias Sub 15 e Sub 17 suaram os uniformes no último sábado (30), durante os jogos decisivos da 1ª fase do Recife Bom de Bola. Foram registrados 74 gols, sendo 31 dentro do Sub 15 e 43 no Sub 17. O campeonato de várzea realizado pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer, está pouco a pouco definindo os times que se destacam em suas respectivas grades.

Não faltaram gols nem emoção durante os jogos eliminatórios da 1ª fase. No Sub 15, se destacaram os times Unibol Futebol Clube, que venceu com 5 gols a 0 o Estrela do Norte, no Campo Joana Bezerra; e também a Escolinha do Náutico Núcleo Ipsep, que com o mesmo placar venceu o Mogi Mirim dentro do campo Real Madrid do Ibura. No Sub 17, a Escolinha do Azulão venceu de 6 a 0 a Escolinha Mocidade da Mustardinha, no campo Caducos, e a Escolinha Oceaninha de Futebol venceu de 5 a 0 a Escola de Futebol 10 de Novembro, no campo Dancing Days.

Classificados, os times vencedores seguem para a 2ª fase do campeonato, enquanto os perdedores ficam automaticamente desclassificados e de fora da competição. Neste momento do campeonato, 24 equipes do Sub 15 estão classificadas para a 2ª fase; 32 times do Sub 17; e 68 times do Aberto. Novos jogos decisivos vão acontecer no próximo fim de semana, definindo quem avança dentro do Recife Bom de Bola. A exemplo do que tem acontecido nos jogos anteriores, as decisões estão acirradas.

O Recife Bom de Bola é um campeonato de futebol de várzea que teve início em agosto e segue até dezembro. São 387 times inscritos, divididos nas seguintes categorias: no Sub 11, com 17 times; Sub 13, com 34; Sub 15, com 51; Sub 17, com 73; Veterano, com 10; Feminino, com 6; e a categoria Aberta, com 196 equipes.

No fim da competição, os campeões e vice de todas as categorias serão premiados com troféus e medalhas. Os terceiros colocados, além dos melhores goleiros e dos artilheiros da competição, também receberão medalhas.

A edição 2017 do Recife Bom de Bola conta com algumas novidades como a entrega de cinco bolsas de estudos, em parceria com a Uninassau, para os destaques da competição; parceria com clubes da cidade para a participação de olheiros durante os jogos; capacitação para os profissionais envolvidos no projeto, como o Fórum Bom de Bola, que promoveu palestras em nutrição esportiva, gestão esportiva, arbitragem e preparação física; além de um curso de arbitragem para 50 pessoas, sendo 30 delas indicadas pelas comunidades e os outros 20 profissionais envolvidos no programa.

Confira os resultados da rodada: Resultados dos jogos 30_09